RCC Tocantins
23/05/2007 - 14h21m

Libertado sacerdote seqüestrado em Bagdá

 
BAGDÁ (ZENIT.org).- O sacerdote da Igreja caldéia que havia sido seqüestrado no sábado em Bagdá foi libertado, segundo informaram à agência Zenit na noite desta segunda-feira fontes dessa Igreja em Bagdá.

O Pe. Nawzat Hanna, da paróquia de Mar Pithion, havia sido seqüestrado no bairro de Al-Baladiyat depois de ter visitado um enfermo.

Ele tem marcas de golpes, revelou Dom Shlemon Warduni, bispo auxiliar do Patriarcado de Bagdá dos Caldeus, em comunhão com Roma, que foi recolhê-lo após ser libertado, em declarações a AsiaNews.it.

«Quando me viu, o Pe. Nawzat me abraçou fortemente, chorava, estava muito afetado; depois agradeceu a todos os que rezaram por ele nestes dias».

Agora o sacerdote está bem, «acalmou-se» e se encontra em Bagdá. «Esperamos que tenha o valor para continuar servindo a Igreja no Iraque», deseja Dom Warduni. «Sua família já está no exterior, mas ele havia decidido ficar aqui, junto a seus fiéis.»

O arcebispo caldeu de Kirkuk, Dom Louis Sako, declarou nesta terça-feira ao Serviço de Informação Religiosa da Conferência Episcopal Italiana (SIR): «Em Kirkuk, a situação é melhor, mas em Bagdá e em Mosul os cristãos já não podem viver. Não há autoridade, não há ordem».

«Os terroristas estão em todas as partes e controlam muitos bairros. Continuam chegando notícias de violência. O Pe. Hanna foi o sétimo sacerdote seqüestrado em Bagdá e felizmente agora está livre. Mas há muitos que tiveram que deixar a pátria e imigraram para o exterior.»

«Realmente se esqueceram de nós. Continuamos com nosso trabalho pela paz, conscientes de que é muito frágil, e tentamos edificar uma cultura do diálogo, com o objetivo de uma vida diferente à que estamos vivendo», acrescenta o arcebispo iraquiano.

Na área histórica dos cristãos em Bagdá, Dora, a maior parte das igrejas já está fechada, as famílias fugiram, importantes instituições católicas foram transladadas ao norte e, após numerosos seqüestros de sacerdotes ou religiosos, o Patriarcado se vê obrigado a enviar muitos ao exterior.

LINK CURTO: https://rccto.org.br/r/3F

© 2012-2021. RCC-TO - Todos os direitos reservados.