RCC Tocantins
13/05/2011 - 06h18m

Dom Odilo fala sobre a Nova Evangelização

 

O cardeal arcebispo de São Paulo (SP), Odilo Pedro Scherer, disse que os desafios apresentados à Igreja na atualidade são muitos e diversos e que por isso, há uma movimentação intensa por parte da Igreja para compreender as mudanças da sociedade e continuar a anunciar o Evangelho de Jesus Cristo.

Durante a coletiva de imprensa desta terça-feira, 10, dom Odilo enumerou alguns dos desafios por que passa a Igreja atualmente. “Os desafios são muitos: o diálogo com a nova cultura que ainda está em formação, com as novas gerações que representam essa nova cultura, ter espaço no coração dos jovens, e, por outro lado, estar ao lado daqueles que sofrem, dos injustiçados”.

A Assembleia do Sínodo dos Bispos que será realizada em Roma, no próximo ano, segundo o cardeal, é uma forte demonstração de que a Igreja está preocupada com a nova evangelização, como também o novo dicastério para a Nova Evangelização, criado recentemente pelo papa Bento XVI.

No Brasil, por sua vez, segundo dom Odilo, essa preocupação com a nova evangelização pode ser percebida através das entrelinhas das Novas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE) aprovadas nesta segunda-feira, 9, na 49ª Assembleia Geral da CNBB e pelo Documento de Aparecida (DAp).

“As DGAE tratam fortemente da nova evangelização e da missão permanente. Aqui no Brasil estamos trabalhando para aprofundar a evangelização para a formação dos católicos através de um processo de iniciação à vida cristã consistente, que ajude nossos fiéis a ter melhor adesão de fé a Jesus Cristo, à Igreja, mediante também melhor conhecimento da própria fé”, sublinhou o cardeal.

Ainda segundo dom Odilo, “não basta ser batizado e ser analfabeto na religião e na própria fé. Reverter esse quadro é parte do trabalho que estamos nos propondo fortemente nesta Assembleia para o próximo quadriênio aprovando as DGAE no Brasil”.

Questionado sobre as dificuldades enfrentadas pela Igreja Católica na atualidade, dom Odilo lembrou que a “Igreja nunca passou por períodos de calmaria” e que a essência do Evangelho suscita a contradição e o paradoxo. “Sempre enfrentamos desafios e não é por isso que a chama da Igreja Católica vai se apagar como muitos dizem por aí. É preciso lembrar que a Palavra de Jesus não veio para trazer a paz na terra traduzida em sossego, mas para trazer o discernimento, uma luz que faz com que a treva fique desassossegada”.

Desafios da Igreja no Brasil

“Nossos desafios para a Igreja no Brasil se voltam para aqueles que sofrem, os injustiçados. O país de um lado cresce economicamente e do outro continua a viver esquizofrenicamente com grande riqueza concentrada de um lado e a miséria do outro”, disse o cardeal sobre a situação do país e opção preferencial da Igreja no Brasil pelos pobres. O foco da nova evangelização no Brasil, segundo dom Odilo, é “formar discípulos e missionários, para ajudar nosso povo a ter experiência na fé”.

Fonte: CNBB

LINK CURTO: https://rccto.org.br/r/gd

© 2012-2018. RCC-TO - Todos os direitos reservados.