RCC Tocantins
30/09/2016 - 14h08m

Está chegando a hora!

 

Todo o país se prepara para as eleições municipais que acontecem no dia 02 de outubro deste ano. Os partidos políticos e candidatos se movimentam com mais intensidade e o povo brasileiro, mais do que nunca, começa a refletir sobre o futuro dos municípios. A Igreja tem se pronunciado através dos papas sobre a importância que esse assunto deve ser tratado também pelos católicos, como em 2013, quando o Papa Francisco recordou: "temos que nos envolver na política, porque ela é uma das formas mais altas de caridade”.Você já sabe em quem votar? O Ministério de Fé e Política preparou algumas orientações pra ajudar você a escolher um bom candidato para sua cidade.

Como escolher um bom candidato?

1. Que seja honesto e tenha a trajetória pessoal voltada aos interesses da coletividade.

2. Coerente em relação ao seu discurso e testemunho de vida.

3. Comportamento público e social que inspire confiança e credibilidade.

4. Comprometido com a causa dos mais necessitados e com as lutas do povo.

5. Comprometido com as mudanças necessárias para a efetiva realização da justiça social no país e a manutenção das conquistas sociais alcançadas.

6. Diga não a quem lhe oferece dinheiro, bens de qualquer espécie ou promessa de vantagem pessoal, como emprego ou cargo público, em troca do seu voto.

Como votar bem?

1. Não venda, nem troque seu voto. Lembre-se: Voto não tem preço, tem consequências!

2. Não vote em branco, nem anule o seu voto. Isso é omissão! Vote com consciência e responsabilidade, mesmo que seu candidato não tenha chances de vitória.

3. Não vote em candidatos que já demonstraram serem desonestos em sua vida e em sua trajetória política. Nem vote em quem demonstra falta de ética e de valores morais.

4. Não use como critério a amizade, o parentesco, ou a proximidade de relacionamento. Que seu voto tenha por finalidade o bem comum e não o benefício próprio.

5. Não se deixe influenciar pela propaganda mais bonita, maior e mais cara. Hoje o marketing político trabalha com exposição, músicas e frases de efeito para convencer o eleitor, mas no fundo deixamos de analisar o candidato e passamos a realizar um concurso da melhor campanha eleitoral.

6. Não se deixe influenciar pelas pesquisas eleitorais. Vote por convicção, não para evitar dizer que “perdeu seu voto”. Você ganha, quando participa com a sua capacidade de análise e oferece a nação a sua opinião. O Brasil ganha com o seu testemunho de responsabilidade e a democracia se fortalece no nosso país.

LINK CURTO: https://rccto.org.br/r/wL

© 2012-2018. RCC-TO - Todos os direitos reservados.