RCC Tocantins
09/06/2011 - 12h11m

Carta Circular aos Grupos de Oração do Estado do Tocantins

 

A paz de Nosso Senhor Jesus Cristo, meus irmãos!

Celebramos neste final de semana a atualização do Pentecostes na Igreja! O envio do Espírito Santo inaugurou a missão da Igreja de “ir a todos os povos e proclamar o Evangelho a toda criatura” (cf. Mt 28,19). Mas o que, concretamente, isso significa para nós?

Todos os batizados são incorporados ao Corpo de Cristo, que é a Igreja (cf. 1Cor 10,17). Portanto, a missão da Igreja é a missão de cada um de nós. Neste ano de 2011, a Renovação Carismática Católica do Brasil está dedicando uma atenção especial ao mandato missionário: “Por causa de Tua Palavra, nós lançaremos as redes!” (cf. Lc 5,5).

De fato, a missão deriva não só de um mandato do Senhor, mas de uma profunda exigência da vida de Deus em nós, que nos impulsiona a testemunhar a fé e a vida cristã como serviço aos irmãos e resposta devida a Deus

O principal objetivo da missão é expandir o Reino de Deus, que se configura (mas não se encerra) na Igreja. É atrair pessoas a Jesus Cristo, fazer discípulos. Mas missão não é proselitismo, ou seja, usar de argumentos psicossociais para convencer alguém de uma “verdade”. A Igreja, o Reino, cresce e se expande por atração. Ao ver o testemunho de unidade entre os cristãos, nos primeiros séculos, os pagãos se convertiam a Jesus.

Após termos vivido bem o tempo penitencial da Quaresma, a alegria da presença do Ressuscitado na Páscoa, implorado e recebido o Espírito Santo em Pentecostes, é chegada a hora de lançarmos as redes neste Tempo Comum! Seguindo o esquema proposto pelo Bem Aventurado João Paulo II no final do segundo capítulo da encíclica

Redemptoris Missio (sobre a validade permanente do mandato missionário), e guardadas as devidas proporções, propomos a seguinte estrutura de missão para os Grupos de Oração do Estado do Tocantins desenvolverem no Tempo Comum deste ano de 2011:

a) Anúncio à conversão: é o primeiro passo para a expansão do Reino de Deus. Anunciar a Jesus Cristo fora das paredes do Grupo de Oração. Há um hospital no território do grupo? Há uma escola? Há zona de prostituição? Há órgão público? Há comércio? Há praça frequentada por jovens? Todos estes são locais fecundos para o anúncio do Evangelho.

b) Fundação de novos Grupos de Oração: os locais mencionados acima não podem ser visitados apenas uma vez. É preciso um trabalho contínuo do grupo nestes lugares, até se firmarem como novos Grupos de Oração. Membros do núcleo devem acompanhar e formar novos líderes, através de Seminários de Vida no Espírito (e tenhamos a coragem de voltar a fazer os de nove semanas!) e Experiências de Oração, até que consigam caminhar sozinhos.

c) Disseminação dos valores evangélicos: o grupo-matriz e os novos grupos devem irradiar a cultura cristã, testemunhando a honestidade, a boa consciência ambiental e a caridade (promoção humana, cuidado com os doentes, assistência aos pobres), gerando impacto positivo na sociedade.

d) Intercessão: em todo esse processo, deve-se suplicar com oração a expansão do Reino de Deus através do bom êxito da missão e da acolhida por parte daqueles que serão evangelizados.

Seria bom, também, se o Grupo de Oração pudesse estudar o capítulo V da Redemptoris Missio, que trata dos “Caminhos da Missão”. Este documento está disponível na internet.

Lembremo-nos de que todas essas ações devem acontecer simultaneamente, através de um planejamento. O objetivo não é realizar uma ação missionária de um dia ou final de semana, mas sim um tempo missionário, no qual poderemos efetivamente trabalhar e, após a labuta, colher frutos concretos!

Aqui fica um desafio: o Tempo Comum encerra-se no dia 26 de novembro, vésperas do I Domingo do Advento. Nestes 167 dias missionários, o seu Grupo de Oração vai conseguir gerar quantos novos grupos?

Que Maria, Estrela da Evangelização, interceda pela missão de cada um de nós!

Palmas, 09 de junho de 2011.

João Paulo Veloso

Seminarista da Arquidiocese de Palmas

Coordenador Nacional do Ministério para Seminaristas – RCCBrasil

contato@renasem.com.br

LINK CURTO: https://rccto.org.br/r/gq

© 2012-2018. RCC-TO - Todos os direitos reservados.