RCC Tocantins
15/01/2017 - 17h22m

A arquidiocese de Palmas vive um final de semana de Graça

Fernando Reis  

A arquidiocese de Palmas viveu nos dias 14 e 15 de Janeiro de 2017 um final de Semana de Graça, na paroquia Santo Antônio de Pádua , com a primeira Reunião do ano do conselho Arquidiocesano da RCC e o Primeiro Encontro da Unidade para servos de grupos de oração do ano.

Na reunião do conselho  foram apresentados os novos coordenadores de grupos de Oração da Arquidiocese e também homologados os novos membros do núcleo.  A reunião teve momentos de Oração e preparação das ações da RCC para este ano em especial pelo Rebanhão de Carnaval de 2017 que receberá o Tema: “Meu espírito exulta de alegria (Lc 1,47)” .

O Encontro da Unidade contou com a presença de mais de 100 servos dos diversos Grupos de Oração da Arquidiocese, e teve inicio com a celebração da Santa Missa pelo Padre Edson. Após a santa missa os servos tiveram um café da manhã partilhado onde puderam vivenciar a unidade e comunhão com os irmãos. 

O encontro que recebeu o tema "Com Maria Celebramos juntos um novo pentecostes" foi marcado por um forte momento de clamor ao espirito santo de Deus onde os participantes puderam viver um verdadeiro cenáculo com maria, pois através da poderosa intercessão de nossa senhora foram realizados prodígios e milagres, o senhor manifestou o cuidado com seus filhos restaurando corações e direcionando a profecia: " Estamos em um tempo de Graça, é preciso retornar ao meu coração, voltai filhos meus!".

Na pregação com o tema do encontro Audileia enfatizou com a palavra de Deus que está em Gl 4, 1 -7; "nesse tempo de graça precisamos tomar posse da herança que o senhor deixou a seus filhos, para assim, realmente celebrar um novo pentecostes. É preciso reconhecer que somos verdadeiramente herdeiros de Deus. Maria, ao perceber que era uma filha amada do pai, abriu-se verdadeiramente a ação do espirito santo de Deus, reconhecendo que através do fruto de seu ventre, o mundo seria salvo do pecado e assumiu a missão de ver o seu filho sofrer uma morte de cruz para nos salvar com seu sangue. A certeza que ela carregava era que Deus é amor e o AMOR NÃO MORRE e nos carismáticos precisamos acreditar nisso, pois somos amor, somos imagem e semelhança de Deus. O amor está em nós. Nos carismáticos precisamos entender que somos capazes de vencer tudo no amor, entender toda a potencialidade do amor sobrenatural que Deus tem para conosco. Ao reconhecermos isso vamos ver que somos potência no amor, e somos capaz de superar tudo pois, Deus está em nós."

LINK CURTO: https://rccto.org.br/r/wU

© 2012-2018. RCC-TO - Todos os direitos reservados.